.:: Brasil
.:: Destaque
.:: Goiás
.:: Grande Brasília
.:: Justiça
.:: NOVO GAMA
.:: Opinião
.:: Política Distrito Federal
.:: Política Entorno
.:: Política Nacional
.:: SANTA MARIA
.:: Saúde
Sem as presenças do governador Ibaneis (confirmada) e da comunidade, UBS é inaugurada em Santa Maria

“Assistindo um evento como este, tenho mais saudades das assessorias de Roriz e Arruda, pois, com toda certeza, hoje teríamos no mínimo mil pessoas prestigiando esta inauguração e todos os envolvidos seriam lembrados”, disse outra liderança local. 
 
 
A cerimônia de inauguração da Unidade de Saúde Básica nº 8, localizada na entrequadra 417/418, apesar do divulgado em algumas redes sociais de que teria a presença do governador Ibaneis Rocha, aconteceu sem a presença do governador e, diga-se de passagem, da comunidade também. 
 
Ao todo, entre convidados, servidores e autoridades, 52 pessoas compareceram à cerimônia que ficou marcada pelo pífio trabalho de divulgação dos órgãos públicos envolvidos no evento. Nem mesmo a assessoria de comunicação da Administração da cidade, responsável pelos eventos que envolvem a presença do alto escalão do governo na cidade se movimentou afim de que o evento não se tornasse apagado. 
 
A imprensa nem se fala. Apenas duas equipes (da cidade) compareceram ao evento. A ausência da grande mídia se justificou pelo público presente. 
“Com toda certeza ligaram para o governador e o informaram desta vergonha e falta de organização, sugerindo que ele não viesse fazer discurso para as paredes. Não avisaram a comunidade de uma inauguração desta natureza. Isso prova pouco profissionalismo daqueles que se dizem aliados do governo, que não são capazes de organizar uma solenidade para a cidade. Nem para bater palmas prestam”, disse uma liderança local. 
Por sua vez, a grande estrela do evento foi o secretário de saúde do GDF, Osnei Okumoto, discursou para poucos servidores, dos quais, poucos da cidade, e que já conhecem a rotina da saúde. 
 
Nem a deputada e “madrinha da cidade” teve brilho reluzente no evento, pois esse foi apagado pelas presenças de dois ex-administradores e roubaram a cena, sendo cumprimentados pelos poucos espectadores. 
“Assistindo um evento como este, tenho mais saudades das assessorias de Roriz e Arruda, pois, com toda certeza, hoje teríamos no mínimo mil pessoas prestigiando esta inauguração e todos os envolvidos seriam lembrados”, disse outra liderança local. 
Apesar das autoridades presentes, o secretário de saúde, Osnei Okumoto, a deputada distrital Jaqueline Silva, a superintendente de saúde da região sul, Elayne Rangel e o administrador de Santa Maria, Miro Gomes, apenas 14 pessoas da comunidade se fizeram presentes (que vergonha). 
 
Outro fato estranho no evento, foi o desprezo mostrado pela organização e autoridades convidadas em relação ao Conselho de Saúde, aonde sequer a presença da sua presidente foi notada. Respeitosamente, a presidente acompanhou todo o evento sem chamar a atenção para si, esperando, talvez, que essa fosse notada pelas autoridades. Mas, ao contrário, a sua presença e a da entidade que representa foi aplaudida pelos poucos convidados (pessoas da comunidade e pelos dois ex-administradores). Já em relação a autoridade máxima que se diz da cidade, que se dirigiu a todos os convidados estrangeiros e ninguém da comunidade...
 
O Conselho de Saúde de Santa Maria, que atualmente presidido pela líder comunitária “Terezinha do Porto Rico”, foi quem impulsionou o projeto de implantação da UBS no antigo centro cultural Cora Coralina, estando presente em todas as discussões relativas ao assunto. 
 
Apesar de todo o esforço do Conselho, na solenidade, não mencionaram qualquer agradecimento. “É muito triste saber que o nosso esforço não foi reconhecido naquele momento e diante de tudo o que fizemos pela implantação da UBS para aquela comunidade. Mas, o importante é que, apesar dos lapsos de memória de muitas autoridades, o Conselho de Saúde de Santa Maria continuará atuante na busca de melhorias para a nossa população”, falou Terezinha.
 
Nas redes sociais o comentário foi unanime em relação ao fato de que, tanto o cerimonial, quanto a deputada que se diz “madrinha da cidade” e que nada participou para a implantação da UBS (apenas foi convidada a participar da solenidade), não fizeram menção a atuação do conselho naquele evento, ainda tendo sua participação na implantação, e ainda, ao desprezarem a presença da sua presidente (Terezinha) no evento, por se tratar de uma pessoa extremamente popular. “Deveriam ter mais respeito com a nossa cidade e principalmente com a pessoa da dona Terezinha que, além de ser uma das principais lideranças da cidade, ainda é presidente do Conselho de Saúde”.
 
Nem mesmo a manifestação organizada pelo solitário “líder” Fonseca de Santa Maria, teve êxito. Decepcionado, ficou desolado debaixo de uma árvore próximo ao local do evento. 
 
Da cerimônia (texto FabrícioSantaOnline) 
 
A inauguração da Unidade Básica de Saúde nº 8, situada na entrequadra 417/517 de Santa Maria, aconteceu na tarde desta quinta-feira(21). 
 
 
Segundo o gerente da unidade, Antônio Santiago, "Antes da reforma a UBS era apenas um galpão com um banheiro e uma copa. As salas eram divididas por biombos. Agora conta com dez salas, entre elas duas para acolhimento, dois consultórios médicos e sala de procedimentos”, enumerou Antônio. 
 
O secretário de saúde, Osnei Okumoto, destacou a importância da atenção primária. “A atenção básica é primordial para desafogar as emergências dos hospitais. Hoje estamos entregando esta UBS, que antes era apenas um galpão. Sabemos que ainda é pouco, mas vamos fazer mais”, declarou. 
 
 
Para a deputada distrital Jaqueline Silva, a reforma do espaço e implantação da UBS é um passo importante na recuperação do sistema de saúde de Santa Maria. "Senhor secretário, agradecemos pela inauguração do novo espaço, que será de grande utilidade para comunidade", disse Jaqueline. "Mas certamente ainda levaremos muitas outras demandas da cidade para debater em sua secretaria", completou. 
 
Segundo o administrador regional da cidade, Amir Gomes, também presente à solenidade, a gestão local tem trabalhado para disponibilizar mais espaços onde podem ser instalados novos equipamentos de saúde em Santa Maria. “Temos conversado com alguns setores e estão previstos pelo menos mais três espaços para a possível instalação de UBS”, destacou.
 
 

 



Fonte: Fabricio SantaOnLine com adaptações da Agência Satélite
Publicado em: 21/03/2019 21:04
Link: http://www.agenciasatelite.com.br/website/siteplus/noticia/noticia_detalhe_23a.asp?id=495&idRegistro=23289
MAIS NOTÍCIAS

VC-371 enfim será asfaltada

Em respeito às verdadeiras lideranças comunitárias

Os verdadeiros motivos da exoneração de Miro Gomes

Hugo Gutemberg é absolvido pelo TJDFT

Administração de Santa Maria precisa de um administrador indicado pelo governador