Faculdade Brasília se instala em Santa Maria
 
Após 29 anos e 129 mil habitantes, cidade ganha sua primeira faculdade genuinamente da cidade

Antes de decidir pela implantação da Faculdade Brasília em Santa Maria, a diretoria avaliou quesitos que consideraram relevantes, entre os quais, implantar uma Instituição genuinamente local, aceitação do nível de cursos oferecidos pela instituição e o custo benefício.
Dentre as várias cidades satélites avaliadas, Santa Maria foi uma das únicas que preenchia os quesitos, além de que, não possuía faculdades com oferta de cursos à disposição, sendo que os universitários eram obrigados a deslocar cerca de cinquenta quilômetros todos os dias para estudar, dependendo do curso.
Assim, a diretoria optou por Santa Maria, instalando na cidade uma escola pioneira com investimento considerável, e acreditando que a população vá usufruir de toda estrutura em buscar de capacitação através da educação, visando melhores oportunidades no mercado de trabalho, através do ensino superior.
Ainda, sensibilizados com a renda per capta da cidade, fator levado em consideração, o valor das mensalidades foi definido ao ponto de se encaixar no orçamento familiar. “Nós combinamos qualidade com mensalidades relativamente acessíveis, exatamente para que a população possa ter acesso ao ensino superior, ou seja, que as mensalidades se encaixe no orçamento das famílias de Santa Maria e Região”, afirmou o diretor geral da Instituição, Doutor. Enildo Viana.
Enildo ainda salientou que, para realizar o sonho da implantação da faculdade em Santa Maria percorreu uma árdua caminhada, mas, que teve o privilégio de contar com importantes parcerias, entre as quais, o apoio incessante do então administrador, Hugo Gutemberg e do atual Miro Gomes. “A então administração local com o professor Hugo Gutemberg e Miro Gomes, apoiaram decisivamente desde o primeiro momento a implantação do nosso projeto Educacional”.
“Foi muito importante o apoio recebido naquele momento, até mesmo porque ao chegar em qualquer cidade, a regra é procurar o Poder Público local, para a partir de então começar a desenvolver o determinado projeto. Todavia, se esse não apoiar o tal projeto, acarreta no enfrentamento de dificuldades que podem inviabiliza-lo. Portanto, o apoio que nos foi dado, principalmente, no início da caminhada, foi fundamental para caminharmos rápido e entregarmos hoje essa escola pronta para atender o aluno”, afirmou.
 
Enildo disse ainda que, o sentimento de transformar um sonho em realidade é de realização e gratidão. “Nós estamos com apenas trinta dias de captação de alunos, iniciada em 10 de julho, e já temos quatro turmas de alunos para começar agora em 19 de agosto”.
Os resultados foram imediatos e em poucos dias a procura está sendo incessante. “Então, a adesão e apoio popular foi surpreendente. Estamos motivados e surpresos com a percepção da população em apoiar o nosso projeto. E o nosso sentimento é a comunidade de Santa Maria ter a honra de dizer que agora tem uma faculdade para chamar de sua. Isso mostra que o nosso projeto é o de aproximar cada vez mais a escola da cidade. Portanto, conclamo a comunidade a acreditar em um mundo melhor, em um futuro com qualificação profissional. Com educação superior podemos vencer qualquer desafio da vida. Você tem que estar preparado. E o preparo vem com educação, principalmente com educação superior”, finalizou.
Várias autoridades prestigiaram o evento, entre os quais se destacaram o Dr. José Eduardo Sabo -  MPDFT, a Professora Iara Xavier - Assessora da Edux Consultoria, a Dr. Délio Lins e Silva – Presidente da OAB/DF, a Drª Núbia Bragança - Federação de Assistência Judiciária, o Dr. Robson Teixeira - Procurador do DF, o Dr. Severino Cajazeiras - Secretário de Estado representando o GDF, Jason Albuquerque - Secretário Executivo do Instituto Albuquerque e representante oficial da Napoleon Hill Fundation do EUA-Master Mind, Zora Viana - Psicóloga, Neuro Psicóloga, Psicodramatista CEO do Grupo Atitude Emocional, autoridades militares, eclesiásticas, representantes de parlamentares, o administrador de Santa Maria, Miro Gomes - representando ainda a deputada distrital Jaqueline Silva, os ex-administradores de Santa Maria, professor Hugo Gutemberg e José Ricardo do Nascimento, Daniel do Radar  comunidade em geral.
 
Ex-administrador Hugo Gutemberg falou da satisfação de ter participado como gestor público da implantação da Faculdade Brasília em Santa Maria.

“Tive o privilégio de participar desse projeto da seguinte forma: Fui procurado pelos idealizadores que buscavam uma área apropriada e com dimensões que comportava uma faculdade, e nesse processo nasceria uma faculdade da etapa zero, ou seja, a edificação, criação e registro em Santa Maria (sem extensão vinda de fora). A partir daí, mobilizamos alguns agentes da cidade, indicamos a área e após o grupo adquirir o terreno, ajudamos no estudo de projeção de construção, ou seja, a capacidade de uso da área para que num futuro breve com a expansão da Faculdade fosse possível, inclusive, estava previsto na LUOS e os investidores já tinham essa preocupação com a possibilidade futura de que dimensão poderia se construir no terreno. Em seguida, saiu da parte de encontro de área a foi para a implantação e credenciamento junto ao MEC. Dentro da burocracia do MEC, eles passaram por uma certificação muito dura que foi o registro do curso, o que não foi fácil. Inclusive, em uma das visitas no órgão, eu tive o prazer de acompanhar para mostrar que a administração estava apoiando o projeto por ser muito interessante para a cidade”, disse.
Ele continuou dizendo dos trâmites para o sucesso o projeto. “Depois disso foi obra, obra e obra. Outro fator de grande importância é a capacidade de gestão dos idealizadores. São pessoas que entendem como funcionam as coisas, são muitos rigorosos, cumpridores da legislação, os quais podem ser chamados de pessoas legalistas. Tanto o planejamento quanto a execução para a implantação dessa faculdade aqui em Santa Maria, fiquei confortável no que diz respeito à atuação deles junto aos órgãos públicos. Eu ficava muito feliz em estar participando desse processo por conta da forma profissional com que eles conduziam a implantação dessa instituição de ensino superior, e digo mais; valorizando muito a cidade. Estudaram a área, verificaram vocações locais para a indústria e comércio. Portanto, eles estão preparados para trazer esse grande e útil benefício para a Santa Maria. ”

Ele completou falando dos benefícios que a faculdade trará para Santa Maria. “Como morador, não tenho dúvida em dizer que a Faculdade Brasília vem qualificar ainda mais a cidade por ser uma instituição de ensino superior nascida na cidade, isso transforma o status do local que impacta diretamente até no IDH da cidade. Outra questão é que valoriza a prata da casa sabendo que os cursos da faculdade são cursos vocacionados para a região. No planejamento que a Faculdade tem para o segundo semestre, terão novos cursos com vocação para atender o público local, o que valoriza a questão imobiliária das quadras 400 e 500 que, querendo ou não, aquela área não tinha a devida atenção do desenvolvimento econômico da cidade. Porém, com uma faculdade dessa magnitude e dimensão, teremos aí uma mudança de eixo que levará outros comércios secundários para aquela região”. 
Fonte - Agencia Satélite