A Manhã desta quinta-feira (10) proporcionou à cidade de Santa Maria muita dor e tristeza com a notícia dando conta do falecimento de Marieta Côrtes Ferreira, conhecida em todo o Distrito Federal como “Tia Marieta”, que morreu por volta das 11h, em João Pessoa (PB), onde se tratava de um câncer no intestino. Logo no início da manhã de hoje, devido à gravidade do tumor, Marieta foi vencida pelo maligno câncer deixando entristecidos, parentes, amigos e várias outras pessoas que conheciam o seu trabalho na cidade.
 
As ações de Marieta Cortes Ferreira ficarão marcadas na lembrança de muitas crianças, mães, empresários e os amigos mais chegados de Santa Maria. Seja como proprietária de uma das primeiras madeireiras da cidade ou como gestora da primeira instituição de educação infantil, CESAM.
Marieta era proprietária do CIMAN- Cruzeiro, e tinha como objetivo fundar um colégio na cidade de Santa Maria, onde pudesse oferecer educação com qualidade, principalmente às pessoas mais carentes. Mas para que esse sonho se concretizasse era necessário um considerável investimento. Vendeu sua parte na sociedade do CIMAN, e partiu para a realização do sonho.
Mesmo sabendo que Santa Maria era um começo de assentamento, resolveu implantar um ousado empreendimento em nível de cidade grande. As dificuldades foram muitas, principalmente no que tangia a liberação de áreas pública e expedição de alvará de funcionamento. Mesmo assim, com bom senso, MARIETA optou pela política da boa vizinhança.
 
Sabendo da carência das famílias de Santa Maria, o coração de Marieta sempre falou mais alto que a razão, tanto é que várias mães ganharam bolsa de estudos por não poder pagar a mensalidade de seus filhos. Mesmo assim, estudando gratuitamente, esses alunos recebiam os mesmos tratamentos que aqueles cujos pais pagavam suas mensalidades em dia. O carinho era igual para com todos que ali estudam, sem contar a dedicação com a creche, onde o CESAM oferecia tudo gratuitamente à comunidade carente.
Marieta dizia ver seu sonho realizado ao permitir que fossem franqueadas bolsas de estudos aos mais necessitados. Mas, o seu segundo maior sonho era no futuro implantar a faculdade CESAM.
 
Aniversário de 9 anos da Gotinha de Luz é comemorado com talentos da própria entidade
No dia do aniversário da Creche Marieta lançou um painel de fotos denominado “recordar é viver” e um mural em homenagem às mães, ao lado de uma árvore que representava o fortalecimento dos valores que vem da própria família, simbolizando também um convívio. 
Marieta aproveitou o momento para esclarecer a diferença entre parceiros da Creche e a Família Gotinha de Luz. “ A Família Gotinha de Luz é aquela que congrega pais, responsáveis, professoras, crianças e todos os funcionários. Pois, se forem somar as horas em que as crianças passam o dia, percebe-se claramente que estas crianças passas mais tempo em nossa companhia aqui na Creche do que com sua a própria família. Por este motivo é que denominamos esta comunidade educativa como Família Gotinha de Luz. Já os parceiros são os que nos ajudam através de doações. Quando esta criança fica conosco ele tem três objetivos básicos: O acolher, o cuidar e o educar. Pois, sem educação não se controla essa moçada nessa tal modernidade que muitos pregam por aí. Portanto, para que essas crianças tenham um futura com dignidade, qualquer luta vale uma eternidade - Disse Mariêta na época.
 
MESMO PROPORCIONANDO O BEM ESTAR AS FAMÍLIAS CARENTES DE SANTA MARIA, MARIETA SOFREU PERSEGUIÇÕES.
 
O cenário do mundo atual cada vez mais vem influenciado de forma negativa a formação do caráter das crianças e pré-adolescentes. A vivência com o egoísmo e a falta de amor tem levado a maioria Das pessoas a se tornarem insensíveis e cada vez mais egoístas. As crianças de hoje serão os adultos de amanhã. E qual será o perfil destes adultos se não despertarmos neles, desde já, o amor ao próximo?
Esta indagação Mariêta fazia constantemente a si mesma e após muita reflexão, decidiu que a partir do ano de 1999, iria se dedicar as crianças, ensinando-as que crescer amando ao semelhante significa “salvar vidas”, e salvar vidas é amar o próximo. A partir dessa concepção Mariêta Côrtes fundou a Creche Gotinha de Luz , mantida pela Associação Assistencial de Santa Maria, organização sem fins lucrativos, com a finalidade de garantir atendimento sócio-educativo a cerca de 2 mil crianças, de 6 meses a 6 anos, em período integral, cujo foco de atendimento era voltado para duas ações essenciais ao desenvolvimento global da criança - cuidar e educar para formação humana e do cidadão. Com dedicação integral às crianças as quais ela faz questão de chamar de “minhas paixões”, Mariêta se dizia realizada com o bem estar de seus semelhantes.
Pensando mais no bem-estar dos outros do que em si própria, essa pequena (em estatura) grande (na integridade e realizações) mulher, para consumar o projeto Gotinha de Luz, desprendeu-se de vários bens materiais e dizia com toda a convicção que alegrar-se com o bem-estar e o sucesso dos outros lhe traz paz interior e felicidade profunda. “Querer o bem-estar dos outros faz bem para nós próprios.
É a suprema emoção, é a satisfação mais plena, cuja lei máxima é “não prejudicar”, dizia Marietinha.
Porém, no entender da pedagoga e presidente da creche Gotinha de Luz era preciso treino, esforço, disciplina e conduta ética para o desapego de nos mesmos e colocar em primeiro lugar os interesses e o bem-estar dos outros para que nos tornemos altruístas. Para que se experimente a felicidade pelo bem-estar alheio é preciso usar de paciência, compaixão, humildade, tolerância, perdão.
Estas virtudes facilitam a empatia que nos leva a ocupar-nos com outros. A lei é esta: Quanto mais consideração um tiver pelo outro, mais felicidade teremos. O altruísmo é componente essencial da felicidade. A sensibilidade, a compaixão, a ternura e a compreensão, fortalecem o sentimento de confiança, isso tudo traz maiores alegrias e satisfações. Cada manhã que acordamos para começar um novo dia devemos demonstrar que a paz está viva dentro de nos, desviando o foco de atenção para os outros, conquistando assim cada vez mais a liberdade e a paz. Vivendo bem e desfrutando maravilhosamente o tempo, através de seus gestos e atitudes percebíamos que Mariêta sentia com mais intensidade o significado na vida, tratando os outros como irmãos, não prejudicando, pelo contrário; fazendo ao semelhante tudo pelo seu bem. Esse Dom que nasceu junto com nossa companheira Mariêta que é fazia sempre o bem aos outros, não morre. Portanto, é o bem e o amor que conferem sentido à vida e enche o ser humano de esperança, projetando-o na eternidade. Querer o bem-estar dos outros é ajudar os que perderam o rumo, servir os necessitados, consolar os aflitos, dar abrigo aos peregrinos, proteger os desamparados, socorrer os que estão em perigo. Esta é a lógica da gratuidade que traz a felicidade e o sentido da vida aos que no quotidiano se desprendem para ajudar os outros a viverem bem.
Amada por toda a comunidade pelo trabalho que desenvolvia e pela ajuda que proporciona aos mais carentes fazendo o bem sem a ver a quem, Mariêta fez nessa época o seguinte desabafo:
“São pessoas que não gostam do progresso da cidade, não tem coragem para lutar da mesma maneira que lutei e continuo lutando. Talvez seja por isso que isso, eu incomodo muito”, finaliza.
Inauguração da Gotinha de Luz da 307 sul em 30/03/2011
Em meio a lideranças locais e autoridades dos poderes constituídos do Distrito Federal, as crianças e seus familiares , o novo prédio da creche veio como um verdadeiro presente proporcionado pela “Tia” Mariêta, uma vez que ela se dispôs de recursos próprios para atender as mamães carentes de Santa Maria. Em sua explanação Mariêta Côrtes agradeceu a todos os servidores da Instituição pela atenção dada às famílias de baixa renda de Santa Maria e parabenizou a equipe pelo trabalho realizado.
“É motivo de orgulho para nos podermos oferecer uma creche tão bem equipada e confortável. Agradecemos profundamente pelo carinho com que temos sido tratados pelos nossos colaboradores e pelos órgãos do governo que nos mantém através de convênio, os quais tem se mostrado sempre presentes e parceiros da família “Gotinha de Luz”” – disse Marieta por ocasião de tal inauguração.
A maior preocupação de Marieta para atender seu “amores”, como ela chamava suas crianças, foi a de ampliar, o prédio de novos ambientes, brinquedos e móveis, todos planejados e idealizados para o público infantil. O novo prédio de quatro andares da Unidade II c com 60 salas de aula, salão de festa, cozinha, recepção, administração e demais dependências com capacidade de atendimento para mais 800 crianças. O corpo de servidores da Unidade II é formado por 300 funcionários, porém, serão necessários mais 50 profissionais para atender a demanda, uma vez que a secretaria de educação determina que por sala haja a atuação de um professor, um coordenador e um auxiliar de sala.
Nota do redator: 'Tive o privilégio de ser amigo pessoal de Marieta ew acompanhar cada passo da Instituição Gotinha de Luz. Marieta era querida, humana, e, independente de gostar dela como amiga, também gostava como empreendedora de visão do futuro. Tenho plena consciência de que a saudade é um sentimento capaz de nos levar por caminhos de muita dor, mas é também essa mesma saudade que mantém vivos aqueles que já não estão mais entre nós. Assim é com você que partiu e por quem a minha saudade chamará todos os dias.
E sempre que sua memória chegar ela não traz só saudades, mas lindas lembranças de tempos passados e a imagem de alguém que para sempre vou amar. Você se foi, mas minha saudade eterna vai manter você eternamente comigo. Continue descansando em paz! “Vital Furtado
“É evidente que quando olhamos para o prédio em que funcionava o CESAM, lembramos de Marieta., Ela ficou mais tempo conosco aqui. Temos que enaltecer o legado que ela deixou e a família que criou. Uma história de amor, esperança e perseverança, um exemplo de vida para todos”.
“Com certeza foi um exemplo de pessoa, matriarca amorosa e dedicada e uma referência como mulher empreendedora e amiga. “Samara Alves”
Marieta, onde quer que esteja, saiba que Santa Maria entrou na sua vida para ambas ficarem na história, uma história que além de você acreditar fez parte dela.
Esta é a homenagem de Vital Furtado, Samara Alves e toda a família Correio de Santa Maria.
Fonte - Jornal Correio de Santa Maria



Fonte: Correio de Santa Maria
Publicado em: 10/10/2019 19:10
Link: http://www.agenciasatelite.com.br/website/siteplus/noticia/noticia_detalhe_23a.asp?id=495&idRegistro=25161