O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública deixou o governo após se envolver em crise com o presidente Jair Bolsonaro
RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES
Após pedir demissão do governo de Jair Bolsonaro (sem partido), o ex-ministro da Justiça Sergio Moro foi convidado a lecionar no UniCeub, em Brasília. As aulas, no entanto, só teriam início com o fim da pandemia do novo coronavírus.
 
Universidades dos Estados Unidos e da Argentina também já fizeram o convite ao ex-juiz federal.
Moro segue em quarentena e continuará recebendo o salário de ministro, de R$ 31 mil, até o fim da crise causada pela Covid-19.
O ex-ministro deixou o governo em meio a uma crise com o mandatário da República. Ao deixar o cargo, ele acusou o chefe do Executivo de tentar interferir politicamente na Polícia Federal. Moro disse que o presidente queria ter acesso a relatórios da instituição.
 
Após as denúncias, um inquérito foi aberto no Supremo Tribunal Federal (STF). No último sábado (02/05), em depoimento de oito horas de duração para a PF, o ex-magistrado indicou três ministros militares de Bolsonaro como testemunhas.
Fonte - Metrópoles



Fonte: Metrópoles
Publicado em: 10/05/2020 20:38
Link: http://www.agenciasatelite.com.br/website/siteplus/noticia/noticia_detalhe_23a.asp?id=495&idRegistro=26478