A Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (Dpoe) fez a escolta o corpo às 16h30 do Hran até o cemitério. O enterro foi realizado as 17h
 
A primeira vítima da covid-19 no Complexo Penitenciário da Papuda foi enterrada neste domingo (17/5), às 17h, no Cemitério Campo da Esperança da Asa Sul. O policial penal Francisco Pires de Souza, 45 anos, estava internado desde 28 de abril no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e não tinha comorbidades. 
 
O servidor, morador de Santa Maria, era lotado na Penitenciária do Distrito Federal 1 (PDF I) desde 2010. A Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (Dpoe) escoltou o corpo às 16h30 do Hran até o cemitério. O sepultamento estava marcado para as 17h. 
 
O Sindicato dos Policiais Penais do DF (Sindpen) publicou uma nota de pesar, em que cobra também do governo melhores condições de trabalho e de tratamento de saúde para a categoria.
A entidade organizará, nesta segunda-feira (18/5), às 10h, um ato no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha, saindo em carreata até o Palácio do Buriti. 
 
Fonte - Metrópoles