Segundo a polícia, vítima tem 15 anos e a filha do investigado, 12. Ele foi exonerado da função pública e está sob custódia 
 
Concurso Agepen GO: edital no 2º semestre. Tudo sobre o concurso aqui!
 
Um vigilante penitenciário temporário (VPT) foi preso e indiciado por estuprar a sobrinha, de 15 anos, na frente da própria filha, de 12, na casa da família, em Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal. De acordo com delegado Pedro Trajano, ele negou o crime durante o interrogatório. 
 
“Através de perícia, testemunhas e exames de DNA, conseguimos identificar o suspeito. Ele foi indiciado por estupro qualificado, por denunciação caluniosa qualificada devido ele ter inventado que outra pessoa poderia ter sido autora do crime, e pelo crime de satisfação de lascívia na presença de criança ou adolescente, por ele ter praticado o ato sexual na presença da própria filha”, relata o delegado. 
 
O vigilante foi preso na noite de quarta-feira (3). Conforme informações da PC, o crime aconteceu em janeiro deste ano e, na época, a mãe da vítima registrou a denúncia. A adolescente passou por exames médicos e de DNA, os quais constataram o crime, segundo o delegado. 
 
A polícia informou que o investigado é casado com a tia da vítima. Por isto, tinha um contato próximo com a adolescente. O delegado ressaltou que a mulher do preso não tinha conhecimento sobre o crime.
Fonte - Madeirada News



Fonte: Madeirada News
Publicado em: 17/06/2020 10:37
Link: http://www.agenciasatelite.com.br/website/siteplus/noticia/noticia_detalhe_23a.asp?id=495&idRegistro=26759