Hoje eu vi uma das cenas mais triste da minha vida. E estou vindo aqui fazer um apelo em nome dessa mãe que me pediu para postar e mostrar para vocês essa realidade que muitos não tem acesso ou acham que não existe. Essa é a Maria Ângela, mãe de 03 filhos que divide esse pequeno espaço com outra mãe que tem 02 filhos, ou seja, ao todo são 07 pessoas dividindo esse local. Maria trabalhava com reciclagem e por conta da pandemia ficou sem trabalho e renda. Esse local, segundo os documentos que ela tem foi comprado com a força do seu suor e trabalho. Ela e outras famílias estão nesse setor vivendo em condições desumana, sem água, luz e dormindo quase no relento com crianças. Eu estive lá e levei mantimentos para elas e as crianças e a comida é feita na lenha e o fogo serve para esquentar a todos nas noites frias. Isso fica no Jardim Prive um pouco antes do setor Terezinha Palmerston. Além disso tudo a prefeitura alega que eles invadiram a área e amanhã deverão ser retirados a força do local. Gente é de cortar o coração ver essas mães e outras famílias assim. E venho aqui pelas crianças e pela mãe que pediu que divulgassemos como eles estão e como estão vivendo. Maria Ângela mora em Caldas Novas há 14 anos e ganhava a vida com reciclagem e como uma leoa divide esse local nestas condições para cuidar dos seu filhos e uma amiga que também não tem para onde ir... E caso isso toque em seus corações, independente de qualquer bandeira ideológica ou quiser ir pessoalmente estou a disposição, pois isso não é um trabalho de uma, mais de todos nós por estas crianças. Meu coração está quebrado e minha alma partida com o que presenciei e com essa mãe que clama sozinha no deserto. Vamos nos unir e evitar covardias e garantir dignidade já que infelizmente não há outros recursos públicos nesta cidade abençoada de um povo tão caridoso. Caso queiram unir nesta luta por estas crianças e essas mães e demais famílias podem entrar em contato amanhã comigo na rádio roma as 09 da manhã no (64) 34538989... Mais uma vez e antes dos incomodados atirarem pedras, as fotos foram tiradas e autorizadas pela mãe para que você saiba e conheça essa realidade. 
 
 
 
 
Texto: Rosimeire Maia



Fonte: Rosimeire Maia
Publicado em: 18/08/2020 11:45
Link: http://www.agenciasatelite.com.br/website/siteplus/noticia/noticia_detalhe_23a.asp?id=495&idRegistro=26819