O país contabilizou na 34ª semana epidemiológica 265.266 novos casos, redução de 13% em comparação ao período de 9 a 15 de agosto
HUGO BARRETO/METRÓPOLES
Apesar de o número de mortos em decorrência da Covid-19 continuar estável no Brasil, contabilizando média de mil mortos a cada 24 horas desde junho, o avanço do vírus desacelerou na última semana epidemiológica, compreendida entre os dias 16 e 22 de agosto.
 
Balanço do Ministério da Saúde apontou 265.266 novos casos, redução de 13% em comparação ao período de 9 a 15 de agosto, quando o país computou 304.684 infectados. Esse é menor número em 4 semanas, quando o Brasil somou 235.010 resultados positivos para a doença entre os dias 12 a 18 de julho.
Em relação aos óbitos, as informações analisadas pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles, mostram que foram 7.018, aumento de 3,8% em relação à semana imediatamente anterior. Apesar de positivo, a taxa de variação (inferior a 15%) indica estabilidade, pontuam especialistas.
Veja gráfico:

Mortes e casos de Covid-19 por semana epidemiológica no Brasil

 

 
 
 
10ª 11ª 12ª 13ª 14ª 15ª 16ª 17ª 18ª 19ª 20ª 21ª 22ª 23ª 24ª 25ª 26ª 27ª 28ª 29ª 30ª 31ª 32ª 33ª 34ª 0 300.000 200.000 100.000 50.000 350.000 250.000 150.000Casos 10ª 11ª 12ª 13ª 14ª 15ª 16ª 17ª 18ª 19ª 20ª 21ª 22ª 23ª 24ª 25ª 26ª 27ª 28ª 29ª 30ª 31ª 32ª 33ª 34ª 0 8000 7000 6000 5000 4000 3000 2000 1000Mortes