A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga o caso de um motorista de aplicativo encontrado morto, na manhã desta terça-feira (12/1), no porta-malas do próprio carro, no pátio do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). A vítima é Geraldo Iris Gontijo, 50 anos, morador do Gama.

Segundo a PCGO o motorista teria recebido um chamado para o CONDOMÍNIO PORTO RICO DE SANTA MARIA, onde embarcaram dois homens, esses mataram o motorista de aplicativo de forma ainda não esclarecida.

Conforme a PCDF, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de “localização de cadáver” na unidade de saúde, por volta de 8h50. No local, dois homens disseram aos militares que, horas antes, encontraram uma outra vítima de arma de fogo dentro de um carro, em um setor de chácaras de Valparaíso (GO). A vítima, um homem de 31 anos, estava no banco traseiro do Volkswagen Up, ainda com vida.

Morto o motorista foi colocado no porta-mala de seu próprio carro e os autores tomaram a direção do veículo e forma a cidade de VALPARAISO para matar um desafeto (Diego) que sobreviveu e seria a segunda vítima.

Ainda conforme o boletim de ocorrência da PCDF, diante do ocorrido, a polícia militar conduziu as testemunhas até o Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS) de Valparaíso, onde supostamente o crime teria ocorrido. De lá, o caso foi transferido para 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria).
 
Fonte - @26bpmsanta