Outras construções devem começar este ano, beneficiando milhares de pessoas e gerando centenas de empregos
 
 
As obras do primeiro terminal rodoviário de Santa Maria estão 60% executadas. No momento, os operários trabalham na cobertura da estrutura, instalações elétricas, acabamento dos blocos, colocação de meios-fios e construção de banheiros. Além de melhorar a mobilidade urbana dos cerca de 120 mil moradores da região, os trabalhos geram 150 oportunidades de emprego. O investimento é de R$ 4,8 milhões.
 
O terminal, localizado na Quadra 401 de Santa Maria, terá dez boxes para embarque e desembarque e 53 três baias de ônibus para aguardarem na fila de espera. Serão 60 estacionamentos para carros e 25 para motos, além de bicicletário e um espaço para paraciclo com 70 metros quadrados. Também terão banheiros, salas administrativas e lanchonete. Todos os espaços terão acessibilidade para facilitar o acesso de pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção.
 
O secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro, reforça que mais terminais serão construídos em várias regiões administrativas da capital. “Há cidades novas no DF que ainda precisam de equipamentos públicos que vão melhorar a vida dos moradores, dando mais alternativas para que eles possam se deslocar pelas cidades”, destaca o titular da pasta.
 
Felipe Figueiredo, 24 anos, é usuário de transporte público há 10 anos. Na opinião do morador de Santa Maria, o principal benefício do novo terminal é dar qualidade de vida aos moradores, motoristas e cobradores de ônibus. “Há anos as pessoas aguardam em um local a céu aberto, sem asfalto e conforto”, comenta o assistente jurídico.
 
O terminal de Santa Maria será ponto de partida de 14 linhas de ônibus circulares e linhas alimentadoras do BRT. Pelo local passam, pelo menos, 72 ônibus que fazem 419 viagens de segunda a sexta-feira, 332 aos sábados e 193 aos domingos. A estrutura também poderá ser utilizada para fazer a integração com as linhas do semiurbano do Entorno do DF.
 
Fonte - Agência Brasília