Ibaneis Rocha anuncia a abertura de novas vagas nesta quarta (24) e a instalação de 10 equipamentos nos próximos dias
 
 
O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) abrirá, nesta quarta-feira (24), mais 20 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para pacientes com covid-19 no Hospital de Base (HB). Outros 10 leitos de UTI para pacientes com outras doenças serão entregues nos próximos dias.
 
O anúncio foi feito hoje (23) pelo governador Ibaneis Rocha em mensagem no Twitter. “Este é um trabalho contínuo para melhorar as condições de atendimento”, ressaltou o chefe do Executivo, que pediu a colaboração da população: “Mas é preciso que todos nos ajudem, se preservando com o uso de máscara e álcool em gel e mantendo o distanciamento”.
 
Os 20 leitos foram instalados em menos de 24 horas na UTI cirúrgica do terceiro andar do hospital. Os pacientes que estavam na unidade foram transportados para a Sala de Recuperação Pós-Anestésica, no segundo andar do HB, onde continuaram a receber atendimento. Assim que o espaço foi liberado, três pacientes com covid-19 foram internados ainda na tarde desta terça.
 
O HB já contava com outros 75 leitos para vítimas do coronavírus, sendo 40 de UTI — 20 deles com suporte para diálise — e 20 de unidade de cuidados intermediários (UCI). Há, ainda, 16 leitos de enfermaria para pacientes em recuperação da doença, no sétimo andar do prédio.
 
“Estamos somando esforços com o Governo do Distrito Federal e com a Secretaria de Saúde para atender, nas nossas unidades, o máximo possível de pacientes contaminados pelo coronavírus”, destacou Gilberto Occhi, presidente do Iges-DF. “A luta pela vida não para. É diária, é constante, é permanente.”
 
 
A abertura dos leitos em tempo recorde só foi possível graças ao trabalho de uma força-tarefa que reuniu todas as gerências do Hospital de Base. Segundo Geraldo Júnior, gerente de Emergência, há seis dias equipes trabalham para transferir pacientes não covid-19 para outros hospitais e outras áreas do HB. “É um trabalho feito com muito cuidado e com total segurança”, ressalta Geraldo. “Assim, conseguimos liberar espaço para receber pacientes com covid na UTI.”
 
Texto: Ascom Iges-DF