.:: Brasil
.:: Destaque
.:: Polícia Outras Regiões
.:: Política Nacional
Alberto Fraga perde esposa para a Covid-19

 


Faleceu na noite dessa segunda-feira, vitima de complicações da Covid-19, a ex-secretária da mulher do DF e esposa do ex-deputado federal João Alberto Fraga, Mirta Fraga de 56 anos.
 
Mirta estava internada na Unidade de Terapia Intensiva, do Hospital Santa Helena, na Asa Norte há dois meses para tratamento da doença, mas não resistiu e faleceu na noite dessa segunda-feira. Ela permaneceu parte de sua internação usando o mesmo modelo de equipamento usado pelo ator Paulo Gustavo, falecido recentemente.
 
Trata-se da ECMO. A oxigenação por membrana extracorporal é uma técnica de suporte de vida extracorporal usada em pacientes hospitalizados com falência cardiovascular ou pulmonar. Mirta necessitou do auxílio do aparelho.
 
Casada com Alberto Fraga há 40 anos, Mirta deixa dois filhos e netos. Em suas redes sociais o ex-deputado comunicou do seu falecimento da esposa. “Lamentavelmente e com muita tristeza me dirijo a vocês para informar o falecimento da minha querida e amada esposa Mirta Fraga. Foram 40 anos de convivência e de muito amor. Ela partiu, mas deixa um legado de coisas boas, deixou muitos amigos e amigas que a amavam e a admiravam. Tenho certeza que Deus reserva para ela um lugar de destaque, porque ela merece! Só fazia o bem e se preocupava demais com o bem estar dos outros.”
 
Logo em seguida fez uma emocionante homenagem para Mirta. “Meu amor, você parte agora, mas tenha certeza que sempre foi amada e será pelo resto da minha vida. Cuidarei dos nossos filhos como você cuidava: com zelo, amor e dedicação. Te amo e sempre te amarei! Meu coração fica pequeno pela sua ausência, mas fica gigante pelas nossas lembranças, pelos momentos de amizade e muito amor! Não sei o que será da minha vida sem você, mas com certeza, você sempre estará no meu coração, pois o meu amor por você é eterno! Jamais será esquecido. Vai com Deus, amor da minha vida!”
 
Casal testou positivo em março
 
Fraga e Mirta foram diagnosticados com Covid-19 no início de março. O ex-deputado chegou a ficar uma semana internado, mas recuperou-se, recebendo alta em 30 de março. Em abril, ele foi vacinado, registrou o momento nas redes sociais e desejou que sua esposa também se recuperasse. No último dia 16/04, ao ser vacinado Fraga escreveu em uma de suas redes sociais da importância de ser vacinado e da expectativa pela recuperação da esposa. “Acabei de tomar a primeira dose da vacina! Ainda não venci o COVID porquê minha esposa ainda não está salva! Deus, por favor, salve-a! Preciso muito dela. Quando chegar sua vez, tomem a vacina sim, ela salva vidas, é a ciência e ponto final!”
 
Após a divulgação da morte da ex-secretária, autoridades políticas e centenas de amigos enviaram mensagens de condolências à família de Alberto Fraga. “Recebi hoje a triste notícia do falecimento de Mirta Fraga, esposa de meu amigo, Alberto Fraga. Mirta foi secretária de Estado da Mulher e sempre atuou com brilho e dedicação em defesa daqueles que mais precisam. Ao meu amigo Fraga, filhos e demais familiares, minha solidariedade. Que Deus os conforte nesse momento de dor”, escreveu o senador Izalci Lucas.
 
Já o Democratas emitiu nota lamentando a morte da ex-secretária. “Em nome do Democratas, na Câmara dos Deputados, o líder Efraim Filho expressa os sentimentos ao amigo e ex-deputado federal Alberto Fraga, pelo falecimento de sua esposa Mirta. Que Deus abençoe a sua alma e conforte o coração do nosso amigo Fraga, familiares e amigos”.
Por sua vez o irmão mais velho de Mirta, Alexandre Brasil, 66, com quem trabalhou de 2006 a 2008 no Conselho da Mulher do DF, quando foi presidente, falou do prazer de trabalhar com a irmã no serviço público em prol do DF. “Tive o prazer de conviver com ela nesses últimos 14 anos em Brasília, trabalhar com ela no conselho da mulher. Desenvolvemos vários projetos, em que atendemos mais de 70 mil pessoas. Quando ela estava internada, a preocupação dela era comigo aqui fora. Naquela época, ela fez um trabalho em parceria com o Ministério Público do DF (MPDFT) com nove núcleos de atendimento contra o agressor”.
 
Segundo o irmão, ela demonstrava compaixão pelas pessoas ao redor. “Ela gostava do trabalho social que a gente fazia junto. Mas ela também gostava de festa, estava sempre alegre e preocupada com a família. Foi uma pessoa iluminada, sempre ajudando. Como ela trabalhava com mulheres vítimas de agressão, ia em qualquer lugar, perigoso ou não, e imediatamente se colocava dentro daquele contexto para ajudar as mulheres”.
 
Despedida
 
Familiares e amigos compareceram à capela número 5 do cemitério Campo da Esperança na Asa Norte para prestar as últimas homenagens a Mirta Fraga. Políticos, associações e amigos que não puderam comparecer encaminharam coroas de flores para à cerimônia.
 
Ao lado dos filhos, Diego, Bruna e Thiago, Fraga não saiu do lado do caixão até o seu sepultamento. Bastante emocionado o ex-deputado a todo momento recebia afago das várias pessoas presente na cerimônia.
 
 
O sepultamento aconteceu logo após as 17h30, quando num ato de despedida Fraga agradeceu pelas manifestações e convidou todos para rezarem a oração do “Pai Nosso”. “As manifestações já foram feitas e agora convido para rezarmos a oração do Pai Nosso para que a nossa amada possa descansar”.
 
Fonte - Agencia Satélite
 



Fonte: Agencia Satélite
Publicado em: 25/05/2021 10:15:00
Link: http://www.agenciasatelite.com.br/website/siteplus/noticia/noticia_detalhe_23a.asp?id=495&idRegistro=27432
MAIS NOTÍCIAS