Portador de Alzheimer e com catarata no olho esquerdo, Expedito é morador da Ceilândia Sul e foi visto no Sol Nascente. PCDF investiga
Arquivo pessoal
 
A família de Expedito Miguel de Sousa, 79 anos, afirma ter recebido notícias do idoso desaparecido nesta terça-feira (25/5). Segundo Leonardo Silvério, filho de Expedito, moradores do Sol Nascente o avistaram machucado e cambaleante próximo a uma chácara da região. Em seguida, Expedito teria entrado em um matagal e não foi mais visto, desde então.
 
Expedito está desaparecido desde a manhã de sábado (22/5). De acordo com parentes, o idoso saiu de casa sem avisar e não retornou. Portador de Alzheimer e com catarata no olho esquerdo, Expedito é morador da Ceilândia Sul. Segundos informações repassadas à família, ele teria pegado um ônibus e ido até o local onde foi visto.
 
Ele também teria sido avistado nessa segunda-feira (24/5) próximo à Escola Classe 66 do Sol Nascente. “Conseguimos um vídeo. Ele tem o andar mancando. A pessoa filmou e temos clareza que era ele”, informa Leonardo.
 
Expedito Miguel de Sousa, de 79 anos anos - Arquivo pessoal
 
Após a gravação, Leonardo foi até o Sol Nascente e encontrou com alguém que afirmou ter dado água ao idoso. “Estamos procurando na região com cartazes e carro de som”, complementa o filho.
 
Um boletim de ocorrência foi registrado 15° Delegacia de Polícia (Ceilândia). Quem tiver alguma informação, pode entrar em contato com a família por meio dos seguintes números: (61) 98141-6764 ou (61) 98115-5406.
 
Fonte - Metrópoles