Os artistas também usavam as redes sociais e a letra de suas músicas para fazer apologia ao comércio ilícito
 
PCDF/Divulgação
 
Dois cantores de rap foram presos nessa terça-feira (26/5), em Sobradinho. Segundo a 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho 2), trata-se de um adulto e um adolescente, ambos envolvidos com tráfico drogas e venda ilegal de medicamentos.
 
Ainda de acordo com os investigadores, os artistas também usavam as redes sociais e a letra de suas músicas para fazer apologia ao comércio ilícito e ao uso de drogas.
 
Com a dupla, os policiais apreenderam 360 comprimidos de codeína, droga que, associada a refrigerantes e balas, forma um xarope entorpecente chamado Purple Drink, ou bebida roxa. Essa bebida entorpecente viciante é consumida por muitos rappers famosos, tendo levado alguns à morte, como aconteceu com o rapper americano Lil Peep.
 
 
A polícia localizou, ainda, uma grande quantidade de maconha conhecida como skunk, droga de alto valor econômico, além de dois celulares, balança de precisão e um caderno com o movimento do tráfico.
 
Os presos confessaram a prática do crime. “Eles costumavam ostentar nas redes sociais expondo altos valores em dinheiro, além das drogas”, disse o delegado-chefe da 35ªDP, Laércio Carvalho.
 
Fonte - Metrópoles