Medida seria uma “versão light” do decreto pretendido pelo presidente para impedir que governos e prefeituras decretem medidas como lockdown e toque de recolher
 
Foto: Agência Brasil
 
O presidente Jair Bolsonaro vai enviar, nos próximos dias, ao Supremo Tribunal Federal (STF), uma ação para pedir que governadores e prefeitos justifiquem medidas restritivas impostas para evitar os casos de covid-19 em meio à pandemia. A Advocacia-Geral da União (AGU) trabalha no texto.
 
A informação é do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo. A coluna afirma que a ação é uma “versão light” das ameaças que Bolsonaro vinha fazendo nas últimas semanas. No último dia 7, o presidente disse que já estava pronto um decreto federal que proibiria estados e municípios de decretar medidas de isolamento social, como lockdown e toque de recolher. “Se baixar um decreto, que já está pronto, todos cumprirão”, declarou à época.
 
“O nosso direito de ir e vir é sagrado, e também o trabalho. Não se justifica, daqui para frente, fechar qualquer ponto do nosso Brasil.”
 
No último dia 18, Bolsonaro se encontrou com o ministro do STF Luiz Fux. Eles teriam conversado a respeito do decreto. O presidente disse que se preocupava com a economia; Fux demonstrou compreensão, mas afirmou que não poderia falar por todo o Supremo.
 
Fonte - Jornal de Brasília