Na operação, duas mulheres foram presas em flagrante por favorecimento à prostituição e tráfico de pessoas para exploração sexual
 
Imagem ilustrativa
 
Na quarta-feira (26), duas adolescentes foram resgatadas em uma casa de prostituição, em Querência (MT). De acordo com a polícia, as meninas eram moradoras de Brasília (DF).
 
Na operação, duas mulheres foram presas em flagrante por favorecimento à prostituição e tráfico de pessoas para exploração sexual.
 
De acordo com as investigações, a delegacia do município foi comunicada pela Delegacia de Repressão a Sequestros de Brasília (DF) sobre o possível desaparecimento de uma adolescente, de 15 anos. A mãe da garota informou que a filha estaria no Mato Grosso e era impedida de deixar o local por dívidas com a casa de prostituição.
 
Após monitoramento no local, os policiais civis confirmaram as denúncias. No endereço, equipe se deparou com duas adolescentes, a de 15 anos e outra de 17.
 
Na casa de prostituição, foram identificadas duas mulheres, uma gerente do estabelecimento e outra responsável pelo agenciamento e transporte das menores de idade. Elas foram presas em flagrante pelos crimes de favorecimento à prostituição e tráfico de pessoas para fins de exploração sexual.
 
Segundo a Polícia Civil, as investigações continuam para a identificação de mais participantes no crime.
 
Fonte - Jornal de Brasília