Foram quatro meses de investigação e, agora, a Corpatri apura se o militar integra alguma associação criminosa
PCDF/Divulgação
 
Um policial militar da reserva foi alvo da Polícia Civil do Distrito Federal na manhã desta quinta-feira (27/05). Investigação conduzida pela Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri) aponta que o militar atuava no comércio ilegal de armas de fogo e munição. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva.
 
Veja imagens do armamento:
 
PCDF/Divulgação
 
PCDF/Divulgação
 
Na casa, os policiais encontraram munição de diversos calibres, totalizando 648. A mulher foi autuada em flagrante pelo crime de posse irregular de munição.
 
A Corregedoria da PMDF acompanhou as diligências. Foram quatro meses de investigação e, agora, a PCDF apura se o militar integra alguma associação criminosa. Caso condenado, poderá pegar penas que superam oito anos de reclusão.
 
Fonte - Metrópoles