.:: Brasil
.:: Celebridade
.:: Concurso
.:: Destaque
.:: Economia
.:: Educação
.:: ENTORNO
.:: Entretenimento / Cultura
.:: Esporte
.:: Goiás
.:: Grande Brasília
.:: Internacional
.:: Justiça
.:: NOVO GAMA
.:: Obituário
.:: Opinião
.:: Polícia DF
.:: Polícia Entorno
.:: Polícia Outras Regiões
.:: Política Distrito Federal
.:: Política Entorno
.:: Política Nacional
.:: Religião
.:: SANTA MARIA
.:: Saúde
.:: Segurança
.:: Segurança Pública
.:: Solidariedade
.:: VALPARAÍSO DE GOIÁS
ELEIÇÕES DF 2022 - Arruda recorre ao STF contra decisão do TJDFT que o tornou inelegível
 

 

 Defesa do ex-governador argumenta que demora para análise se ação de improbidade pode prejudicar o político, que tenta ser candidato
 
Daniel Ferreira/Metrópoles
 
O ex-governador José Roberto Arruda (PL) recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quinta-feira (4/8), da decisão proferida pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDF), que suspendeu seus direitos políticos por improbidade administrativa. A ação indica suposta compra de apoio político quando Arruda ainda era titular do Palácio do Buriti.
 
A defesa do ex-governador tenta suspender os efeitos da decisão local na Corte Suprema, com o objetivo de garantir a Arruda a possibilidade de concorrer ainda nestas eleições. Ainda não foi sorteado o relator do pedido.
 
Na ação de suposta lesão aos cofres públicos, Arruda é acusado de realizar pagamentos como reconhecimentos de dívidas em favor da empresa Linknet, por serviços prestados ao governo do Distrito Federal (GDF), sem cobertura contratual. O fato teria ocorrido entre os anos de 2007 e 2009 e foram investigados pela Operação Caixa de Pandora.
 
A defesa também alega que a demora de julgar prejudica Arruda, pois nesse prazo “ele perde a oportunidade de se candidatar, especialmente no corrente ano da eleição, bem como de exercer cargo público, contratar com o Poder Público e receber incentivos fiscais ou creditícios.
 
Liminar
 
José Roberto Arruda havia conseguido uma liminar proferida pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, durante o recesso do Poder Judiciário, para conseguir ser candidato em outubro. Contudo, o relator da ação na Corte, ministro Gurgel de Freitas, ao retomar o trabalho, revogou o direito e o político voltou a ficar inelegível.
 
O ministro entendeu que o pedido feito pela defesa de Arruda, para suspender os efeitos das condenações, já havia sido negado por ele anteriormente. Gurgel também considerou inadequada a solicitação de liminar por meio de nova tutela provisória.
 
Entenda
 
O 1º vice-presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), Ângelo Passarelli, negou, no fim de junho, o pedido do ex-governador José Roberto Arruda (PL) para suspender a condenação por improbidade administrativa no caso conhecido como mensalão do DEM.
 
Arruda foi condenado pelo TJDFT por pagar propina de R$ 50 mil para obter o apoio da ex-deputada Jaqueline Roriz e do marido dela, Manoel Neto, em 2006. O ex-governador é um dos mais conhecidos personagens da Operação Caixa de Pandora, que revelou o maior esquema de corrupção do Distrito Federal.
 
O político tenta obter a suspensão dos efeitos desta condenação e de uma outra, referente à acusação de superfaturamento em contratos de empresas de informática. Essas condenações o enquadraram na Lei da Ficha Limpa, que o tornou inelegível.
 
Arruda alegou, nefestação. Ou seja, o ex-governador queria que seu caso fosse analisado o quanto antes para estar apto a se candidatar nas eleições de outubro.
 
Recentemente, Passarelli rejeitou outro pedido de Arruda para suspender condenação por improbidade administrativa. Agora, o desembargador ressaltou que não pode conceder a suspensão porque seria uma “absurda hipótese” que contrariaria a “a própria lógica”, já que ele negou pedido semelhante anteriormente.
 
“Cumpre salientar, prima facie, que não há qualquer previsão legal para a apreciação de pedido de efeito suspensivo ativo em sede de agravo interno. Isso porque tal previsão estaria a contrariar a própria lógica, pois, ao admiti-la, estar-se-ia vislumbrando a absurda hipótese de a mesma autoridade que proferiu a decisão agravada lançar provimento liminar em confronto com seus próprios elementos de convicção estampados na decisão agravada e, no presente caso, na manutenção da decisão em sede de retratação”, escreveu Passarelli.
 
Fonte - Metrópoles

 


Fonte: Metrópoles
Publicado em: 04/08/2022 21:36:00
Link: http://www.agenciasatelite.com.br/website/siteplus/noticia/noticia_detalhe_23a.asp?id=495&idRegistro=28329

MAIS NOTÍCIAS

ELEIÇÕES DF 2022 - Partidos definem chapas para concorrerem ao Buriti e ao Senado. Veja

MAIS VIVO DO QUE NUNCA - Nunes Marques concede liminar e Arruda pode concorrer nas eleições

ELEIÇÕES DF 2022 - Aos 77 anos, ex-governadora vai disputar a 10ª eleição: “Não desisto”

ELEIÇÕES DF 2022 - Reguffe ignora anúncio e diz que só será candidato “com autonomia”

ELEIÇÕES DF 2022 - Arruda recorre ao STF contra decisão do TJDFT que o tornou inelegível

ELEIÇÕES DF 2022 - Decisão somente no dia 3. Ministro revoga decisão de presidente do STJ e Arruda fica temporariamente proibido de disputar eleiçõe

ELEIÇÕES DF 2022 - Governador Ibaneis terá a maior aliança partidária para vencer as Eleições 2022

ELEIÇÕES DF 2022 - Após briga política, Paula Belmonte entrega atestado: “Sem condições”

POLÍTICA - TRE-DF nega representação do PT contra Flávia Arruda por propaganda antecipada

ELEIÇÕES 2022 - No topo das pesquisas eleitorais, Ibaneis pode quebrar jejum da reeleição no DF

ELEIÇÕES DF 2022 - Ibaneis, Arruda e Flávia participam de evento com Agaciel Maia

ELEIÇÕES DF 2022 - Agir anuncia apoio à reeleição de Ibaneis Rocha ao GDF

ELEIÇÕES DF 2022 - Metrópoles/Ideia: veja as intenções de voto para deputado distrital

ELEIÇÕES 2022 - Brasilienses são cotadas para a Vice-Presidência da República

ELEIÇÕES 2022 - Em visita ao Riacho Fundo, Ibaneis destaca obra do viaduto e regularização fundiária

Eleições 2022: Pela terceira vez, pesquisa mostra que Ibaneis permanece na frente

Fraga detona recuo de Arruda a pedido de Bolsonaro: “Grande decepção”

Após reunião com Bolsonaro, chapa de Ibaneis, Celina Leão e Flávia Arruda é formada

Planalto articula para ter José Arruda como candidato ao Buriti

Ibaneis e Arruda empatam na corrida ao Buriti, mostra pesquisa Quaest

Flávia Arruda diz que mantém pré-candidatura ao Senado mesmo depois de rompimento com Ibaneis

Metrópoles/Ideia: 45% dos eleitores do DF votariam em candidato de Bolsonaro. Adesão a aliado de Lula é de 38,1%

Metrópoles/Ideia: Flávia lidera corrida ao Senado, com 23,2% das intenções de voto. Damares tem 14%

Celina Leão é a preferida para vice do DF, com apoio de 28,1% dos eleitores, diz pesquisa Metrópoles/Ideia

Ibaneis lidera disputa ao GDF: na pesquisa estimulada tem 29,1%, na espontânea, 21,3%, diz Metrópoles/Ideia

PTB anuncia apoio à reeleição de Ibaneis Rocha ao GDF

Ibaneis tem 34,5% das intenções de voto e lidera com folga disputa pelo GDF, diz pesquisa Metrópoles/Ideia

Mais uma moradora de Santa Maria lança pré-candidatura a deputada distrital

Flávia Arruda - CAMPANHA DO AGOSTO DOURADO INCENTIVA A AMAMENTAÇÃO DOS BEBÊS

Flávia Arruda - ARTIGO — AUXÍLIO EMERGENCIAL: UMA POLÍTICA NECESSÁRIA

Com Projeto de Lei de Hermeto, caravanismo no DF é democratizado

Trabalho social das igrejas da Estrutural é reconhecido

Mais uma moradora de Santa Maria, ex-deputada distrital Kelly Bolsonaro (Republicanos) vai disputar a CLDF em 2022

Robério Negreiros tem quatro projetos aprovados em comissão nesta tarde

“Temos um saldo muito positivo desses quatro anos de governo”, afirma Ibaneis

Paraná Pesquisas aponta Ibaneis na liderança

Flávia Arruda lidera corrida ao Senado

Profissionais da comunicação são homenageados na Câmara Legislativa

Política Arruda poderá voltar a comandar o Buriti

Robério Negreiros propõe reinserção de pais e responsáveis por pessoas com deficiência no mercado de trabalho

Dr. Alceu volta a ser administrador da Estrutural pela terceira vez

Eleições 2022: veja quem são os oito pré – candidatos que disputarão o GDF nas eleições de dois de outubro.

Aos 77 anos, única governadora do DF avalia disputar mais uma eleição

Justiça suspende autopropagandas de Izalci que atacam Ibaneis

Fraga pede desfiliação do União Brasil: “Decepção e constrangimento”

Renova-DF: “Revolucionário e um exemplo para o País”, elogia Robério Negreiros durante abertura do 5º ciclo do programa de qualificação

Robério Negreiros sugere implantação de bueiros inteligentes para prevenir alagamentos

Robério Negreiros propõe criação de Salas de Recursos Multifuncionais para Atendimento Educacional Especializado

Robério Negreiros propõe criação de programa de conscientização da depressão infantojuvenil

APOIADOR DE LULA E DILMA Gim Argello quer ser candidato em 2022 após STJ anular condenação

Câmara derruba veto e libera porte de arma para atirador esportivo

“O radicalismo tem que sumir”, diz Ibaneis na 1ª sessão da CLDF no ano

Retornando em meio a alta de Covid, CLDF não descarta trabalho remoto

”PROGRAMA CRAQUE NA ESCOLA, CRAQUE NO ESPORTE INCENTIVA DEDICAÇÃO DAS CRIANÇAS AOS ESTUDOS E AO ESPORTE”, DIZ ROBÉRIO